Por que usar pip sobre easy_install?

| | | | | | | | | | |

Um tweet diz:

Não use easy_install, a menos que você goste de se esfaquear na cara. Use pip.

Por que usar pip sobre easy_install? Não é o a falha é principalmente do PyPI e dos autores de pacotes? Se um autor enviar um tarball de origem ruim (por exemplo: arquivos ausentes, sem setup.py) para o PyPI, tanto o pip quanto o easy_install falharão. Além das diferenças cosméticas, por que as pessoas do Python (como no tweet acima) parecem fortemente favorecer o pip sobre easy_install?

(Vamos supor que estamos falando sobre easy_install do pacote Distribute, que é mantido pela comunidade)