Existe uma maneira de excluir variáveis, funções, etc. criadas da memória do interpretador?

| | | | | | | | | | | | | | | |

Estou procurando a resposta exata para essa pergunta há alguns dias, mas não encontrei nada de bom. Não sou um iniciante completo em programação, mas ainda não estou no nível intermediário.

Quando estou no shell do Python, digito: dir() e Eu posso ver todos os nomes de todos os objetos no escopo atual (bloco principal), existem 6 deles:

["__builtins__", "__doc__", "__loader__", "__name__ ", "__package__", "__spec__"] 

Então, quando estou declarando uma variável, por exemplo x = 10, ela adiciona automaticamente a essas listas de objetos no módulo interno dir(), e quando eu digito dir() novamente, ele mostra agora:

[" __builtins__", "__doc__", "__loader__", "__name__", "__package__", "__spec__", "x"] 

O mesmo vale para funções, classes e assim por diante.

Como faço para excluir todos esses novos objetos sem apagar o padrão 6 que estava disponível no início?

Eu li aqui sobre "limpeza de memória", "limpeza do console" , que apaga todo o texto da janela do prompt de comando:

>>> sistema de importação >>> clear = lambda: os.system("cls") >>> clear() 

Mas tudo isso não tem nada a ver com o que estou tentando alcançar, não limpa todos os objetos usados.